História e Curiosidades sobre Ar Condicionado

História e Curiosidades sobre Ar Condicionado

História e Curiosidades sobre Ar Condicionado

Há oitenta e oito anos, Willis Carrier fez pelo controle de condições ambientais interna o que Alexandre Graham Bell fez pela comunicação e Henry Ford pelo transporte. Ele mudou nossa rotina. Durante séculos, o homem usou o ventilador, gelo e muitos outros métodos em tentativas inúteis para livrar-se do calor.

Foi em 1902 que Willis Carrier – um engenheiro de 25 anos formado pela Universidade de Cornell – inventou um processo mecânico para condicionar o ar. O controle do clima finalmente tornou-se uma realidade.

O primeiro transporte a usar o equipamento de ar condicionado foram os vagões ferroviários de passageiros da ferrovia B&O em 1930.

Por quê instalar um ar condicionado em seu carro?


Cerca de 42% da frota nacional está equipada com o sistema de ar condicionado, e a estimativa é chegar a 60% da frota.
Você não vai ficar fora desta, vai? Veja as vantagens:
1 – Desembaçamento dos vidros
2 – Silêncio no interior do veículo
3 – Volume do rádio mais baixo no interior do veículo
4 – Evita entrada de excesso de poluentes
5 – Conforto
6 – Sem esquecer do fator mais importante: a segurança

Ar Condicionado no Brasil

Imagine um país tropical onde as altas temperaturas predominam o ano inteiro na maior parte do território. É natural imaginar também que o condicionador de ar seja, há décadas, equipamento indispensável na maioria dos carros produzidos pela indústria local. Porém, essa lógica incontestável não corresponde à verdade quando o país em questão é o Brasil.

Durante muitos e muitos anos, o consumidor brasileiro teve verdadeira fobia por esse equipamento. Aqueles que conseguiam justificar o preconceito alegavam que o ar condicionado roubava potência do motor ou desvalorizava o carro na hora da venda. Argumentos tão consistentes quanto dizer que os carros de quatro portas pareciam táxis…

Felizmente, a sintonia de nossas indústrias com suas matrizes no exterior acabou com esses e outros preconceitos. Hoje, qualquer consumidor minimamente informado torce o nariz quando lhe é oferecido um carro sem o ar condicionado. Até os chamados carros populares já oferecem esse opcional. E, para quem não sabe, ter esse opcional no carro não representa praticamente nenhuma despesa adicional ao longo de toda a vida útil do aparelho.

O sistema de ar condicionado é praticamente o mesmo para todos os carros, sejam nacionais ou importados. O que muda de um para outro é o tamanho. “Para cada carro existe um projeto específico”, Não é como rádio, que é igual para todos os carros.